Questões de Prova

NUCEPE – Acerca da História da Criminologia, marque a alternativa – 

Assuntos:
Criminologia

Acerca da História da Criminologia, marque a alternativa CORRETA:

(A) Desde a Antiguidade, o Direito Penal, em concreto, passou a ser compilado em Códigos e âmbitos jurídicos, tal qual como nos dias de hoje, entretanto, algumas vezes eram imprecisos.

(B) O Código de Hamurabi (Babilônia) possuía dispositivos, punindo furtos, roubos, mas não considerava crime, a corrupção praticada por altos funcionários públicos.

(C) Durante a Antiguidade, o crime era considerado pecado, somente na Idade Média, é que a dignidade da pessoa humana passou a ser considerada, e as punições deixaram de ser cruéis.

(D) Em sua obra “A Política”, Aristóteles, ressaltou que a miséria causa rebelião e delito. Para o referido filósofo, os delitos mais graves eram os cometidos para possuir o voluptuário, o supérfluo.

(E) Da Antiguidade à Modernidade, o furto famélico (roubar para comer) nunca foi considerado crime.

Resposta:

Alternativa Correta: D) Em sua obra “A Política”, Aristóteles, ressaltou que a miséria causa rebelião e delito. Para o referido filósofo, os delitos mais graves eram os cometidos para possuir o voluptuário, o supérfluo.

Aristóteles, assim como Platão, “também atribuía a origem da criminalidade a fatores econômicos, mas abordava-os sob a perspectiva da incitação do desejos e instintos humanos, que suplantavam a razão. Na visão aristotélica, os crimes mais graves não eram cometidos para obter o necessário, mas sim para alcançar o supérfluo, e satisfazer os desejos fúteis do homem. Assim, embora os fatores econômicos tivessem forte influência no fomento da criminalidade, as paixões humanas tinham papel preponderante na gênese da delinquência”.

FONTE: CRIMINOLOGIA, COLEÇÃO CARREIRAS POLICIAIS, ED. JUSPODVM, 3ª EDIÇÃO, P. 57.

Lista de Vagas

* Buscar Vagas de Emprego

Participe do Grupo no Telegram

* Link Telegram

Participe do Grupo no Whatsapp

* Link Whatsapp